Notícias

Justiça do RJ absolve acusados de tráfico diante de relatos contraditórios de policiais

 

"Impossível saber o que de fato ocorreu", afirmou juiz na sentença.

 

 

A Justiça do RJ absolveu dois acusados por tráfico de drogas (arts. 33, 35 c/c 40, IV, da lei 11.343/06 e art. 329 do CP) diante da contradição nos relatos policiais.

 

O juiz de Direito Roberto Câmara Lacé Brandão considerou que os relatos não fornecem a segurança jurídica necessária para delinear a exata dinâmica da ação policial que teria resultado na prisão dos denunciados.

 

  • "Diante dessas contradições de fundo, impossível saber o que de fato ocorreu. Não é lícito ao julgador suprir as lacunas de prova com odiosa presunção de culpa."

 

Assim, levando em conta as contradições contidas na prova oral acusatória, o julgador concluiu que "o acervo probatório se apresenta dúbio".

 

  • "No campo da dúvida, apenas a absolvição pode germinar. Acolho, pois, as ponderações das partes, compartilhando da posição de que a absolvição dos demandados se impõe, como única resposta possível, em homenagem ao princípio in dubio pro reo."

 

O escritório Thais Menezes Escritório de Advocacia atuou em defesa de um dos acusados.

 

Processo: 0074824-24.2020.8.19.0001

 

Link da Matéria: https://migalhas.uol.com.br/quentes/335040/justica-do-rj-absolve-acusados-de-trafico-diante-de-relatos-contraditorios-de-policiais